Notícias

Último nativo da Ilha do Tatuoca, em Suape, narra expulsão sob ameaça de fuzis e metralhadoras

No vídeo “# Milícia Suape”, produzido pela Jacaré Vídeo, Sr. Biu, último nativo residente da Ilha de Tatuoca, narra a expulsão de sua moradia por homens armados de metralhadoras e fuzis, entre as nove e dez horas da manhã do dia 30 de março de 2016.

Link para o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=Vy298uLwB-U

Cerca de 50 famílias habitavam a ilha, numa comunidade instalada no local há mais de 200 anos e que retirava seu sustento da pesca e do mangue. A degradação dos biomas locais pela ampliação do Complexo Industrial e Portuário de Suape nas últimas décadas, e a consequente escassez de recursos para sobrevivência da comunidade, já vinha impondo um processo de expulsão “branda” à população da Ilha.

Porém, como demonstra o traumático e emocionado relato de Biu no vídeo, as famílias que ainda se mantinham na região – por necessidade e indefinição nas propostas de realocação para novas residências – teriam sido ameaçadas e expulsas por grupos armados que não apresentaram qualquer identificação de oficialidade e legalidade da ação.

A ação de milícias na região não é novidade e, há tempos, vem sendo denunciada pela sociedade civil pernambucana, tendo sido objeto de audiência pública na Câmara de Vereadores do Cabo de Santo Agostinho no ano passado.

Em 2013, o jornalista e integrante do Centro de Cultura Luiz Freire, Ivan Moraes Filho, esteve na ilha de Tatuoca com o programa Pé Na Rua e entrevistou moradoras e moradores que narraram as dificuldades já enfrentadas na época: