Conheça nossas iniciativas

1. Mobilização pelo Direito à Educação e Leitura

Nos anos 80 o Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF) iniciou diversas pesquisas e metodologias de formação de leitores. No início da década de 90 as pesquisas e metodologias foram ampliadas para a implanetação e organização de bibliotecas, espaços de leitura e formação de profissionais para a gestão desses ambientes.

Conheça nossas iniciativas

2. MOBILIZAÇÃO E INCIDÊNCIA PELO DIREITO À COMUNICAÇÃO

O Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF) é uma das referências regionais na luta e na mobilização pelo direito à comunicação. Casa da TV Viva (primeira tevê “de rua” da América Latina, com mais de 30 anos dedicados à produção audiovisual popular), atualmente as principais atividades do CCLF estão focadas na articulação da sociedade civil e na incidência junto ao poder público para que haja mais diversidade, mais transparência e mais eficácia nas políticas públicas de comunicação.

Conheça nossas iniciativas

3. SABER E LUTA

O projeto SABER e LUTA nasce do desejo de potencializar e contribuir para a formação e atuação política de jovens organizadas e organizados em coletivos, grupos, movimentos de reivindicação e afirmação de direitos. O projeto realiza ciclo de oficinas que juntam a reflexão e o debate teórico com práticas de luta política. Como oficinas com foco no direito à educação e leitura, direito à comunicação, à cultura, à cidade e o direito à livre manifestação.

 

O Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF) é uma organização não governamental de direitos humanos, que surge em 1972, a partir de um grupo que buscava a restauração da democracia, através de atividades culturais e projetos de desenvolvimento comunitário, durante o período autoritário da Ditadura Militar brasileira. O CCLF participou do processo de redemocratização e também contribuiu para o movimento de reordenamento político-institucional do País, e no fortalecimento das organizações populares e comunitárias, realizando atividades como assessoria jurídica na organização do movimento popular pelo direito à moradia, que resultou na criação da Lei do Plano de Regularização das Zonas Especiais de Interesse Social (Prezeis).

 

 

O Café do Centro abre as portas para conversas acompanhadas de um café no fim da tarde, uma roda de leitura, reuniões, confabulações e encontros e reencontros inesperados. Um lugar no Centro de Cultura Luiz Freire para uma parada de degustações, sabores e trocas. O café está ao lado da Biblioteca Solar de Ler pois, acreditamos que a experiência da leitura deve ser viva, compartilhada com a efetivação de outros direitos humanos. Neste espaço é bem vinda a solidariedade, cooperação e respeito às diversidades presentes na sociedade. Espaço aberto ao debate democrático e libertário, mas livre de fundamentalismos e incitações ao ódio. Venha nos conhecer!

Aquele cantinho de leitura, um lugar para relaxar, escolher um livro e desfrutar do prazer de ler, de correr páginas, descobrir figuras, imagens e viagens que todo o livro nos proporciona, assim é a Biblioteca Solar de Ler. Aconchegante e pronta para receber leitoras e leitores, curiosos e curiosas no mundo das letras, iniciantes no gosto da leitura. Aqui temos literatura infanto-juvenil, romances, aventuras e demais estilos, mas o mais importante aqui tem trocas de conhecimento, de saberes e de leituras do mundo.
A Biblioteca Solar de Ler é um espaço desenvolvido para compartilhamentos de ideias, inquietações e saberes. Acreditamos que é dentro de um ambiente como este que a imaginação, a informação e a expressão, dos mais diversos sentimentos, se entrelaçam. São centenas de livros compostos de histórias, cores e sensações que podem transformar pensamentos. É um espaço de leitura, mas também é de debate, luta e cultura. Venha participar!

As casas do Centro Histório de Olinda são bem conhecidas por seus quintais espaçosos e acolhedores. Nosso quintal, além de aconchegante e repleto de verde, é um espaço voltado a encontros, formações e exercício do direito à cultura. Nele também são feitas diversas celebrações que eram apenas ideias no papel e acabam se tornando realidade. Vale a pena conhecer o nosso quintal!

O espaço colaborativo (o Coworking popular) e a incubadora de projetos populares tem como proposta desenvolver metodologia de interações e promover, por meio de um lugar de trabalho colaborativo, um ambiente de trocas, criação, inovação, muito além de proporcionar apenas um espaço físico com mobiliários e redes de internet. Venha conhecer a nossa proposta!

QUEM SOMOS

 

O Centro de Cultura Luiz Freire (CCLF) é uma organização não governamental de direitos humanos, que surge em 1972, a partir de um grupo que buscava a restauração da democracia, através de atividades culturais e projetos de desenvolvimento comunitário, durante o período autoritário da Ditadura Militar brasileira. O CCLF participou do processo de redemocratização e também contribuiu para o movimento de reordenamento político-institucional do País, e no fortalecimento das organizações populares e comunitárias, realizando atividades como assessoria jurídica na organização do movimento popular pelo direito à moradia, que resultou na criação da Lei do Plano de Regularização das Zonas Especiais de Interesse Social (Prezeis).

CAFÉ

 

O Café do Centro abre as portas para conversas acompanhadas de um café no fim da tarde, uma roda de leitura, reuniões, confabulações e encontros e reencontros inesperados. Um lugar no Centro de Cultura Luiz Freire para uma parada de degustações, sabores e trocas. O café está ao lado da Biblioteca Solar de Ler pois, acreditamos que a experiência da leitura deve ser viva, compartilhada com a efetivação de outros direitos humanos. Neste espaço é bem vinda a solidariedade, cooperação e respeito às diversidades presentes na sociedade. Espaço aberto ao debate democrático e libertário, mas livre de fundamentalismos e incitações ao ódio. Venha nos conhecer!

 

BIBLIOTECA

 

Aquele cantinho de leitura, um lugar para relaxar, escolher um livro e desfrutar do prazer de ler, de correr páginas, descobrir figuras, imagens e viagens que todo o livro nos proporciona, assim é a Biblioteca Solar de Ler. Aconchegante e pronta para receber leitoras e leitores, curiosos e curiosas no mundo das letras, iniciantes no gosto da leitura. Aqui temos literatura infanto-juvenil, romances, aventuras e demais estilos, mas o mais importante aqui tem trocas de conhecimento, de saberes e de leituras do mundo.
A Biblioteca Solar de Ler é um espaço desenvolvido para compartilhamentos de ideias, inquietações e saberes. Acreditamos que é dentro de um ambiente como este que a imaginação, a informação e a expressão, dos mais diversos sentimentos, se entrelaçam. São centenas de livros compostos de histórias, cores e sensações que podem transformar pensamentos. É um espaço de leitura, mas também é de debate, luta e cultura. Venha participar!

 

QUINTAL

 

As casas do Centro Histório de Olinda são bem conhecidas por seus quintais espaçosos e acolhedores. Nosso quintal, além de aconchegante e repleto de verde, é um espaço voltado a encontros, formações e exercício do direito à cultura. Nele também são feitas diversas celebrações que eram apenas ideias no papel e acabam se tornando realidade. Vale a pena conhecer o nosso quintal!

 

COLABORATIVO

 

O espaço colaborativo (o Coworking popular) e a incubadora de projetos populares tem como proposta desenvolver metodologia de interações e promover, por meio de um lugar de trabalho colaborativo, um ambiente de trocas, criação, inovação, muito além de proporcionar apenas um espaço físico com mobiliários e redes de internet. Venha conhecer a nossa proposta!

CCLF participa de debate na Unicap

CCLF participa de debate na Unicap

O Centro de Cultura Luiz Freire e o Fórum Pernambucano de Comunicação estão juntos com o Ministério Público de Pernambuco, o Intervozes e a Comissão Ética do Sindicato dos Jornalistas de Pernambuco na mesa Comunicação como Direito Humano: Democratização e Responsabilização da Mídia, no evento Diálogos: Fake News, Mídia e Democratização da Comunicação. A mesa acontece na noite da sexta-feira, dia 10, no Auditório Dom Helder Câmara, na Unicap.

Seminário Crianças Pequenas em Foco – Avanços e Desafios nas políticas públicas para a Primeira Infância em Recife

Seminário Crianças Pequenas em Foco – Avanços e Desafios nas políticas públicas para a Primeira Infância em Recife

Na próxima segunda-feira (18), o projeto Ciranda: Cidade para a Primeira Infância promove o seminário “Crianças Pequenas em Foco”, para abordar e debater os avanços e os desafios nas políticas públicas para a primeira infância em Recife a partir do olhar de diferentes segmentos. O evento acontecerá no auditório do SINDPD, bairro da Boa Vista, às 14h.

Começou a Semana de Ação Mundial 2018

Começou a Semana de Ação Mundial 2018

Ontem (3), a Campanha Global pela Educação, deu início a mais uma Semana de Ação Mundial (SAM), em mais de 100 países simultaneamente. A iniciativa, criada em 2003, tem o objetivo de envolver a sociedade civil em ações de incidência política em prol do direito à educação, e neste ano, segue até o dia 10 de junho. A SAM exerce pressão nacional sobre líderes políticos para que cumpram os tratados e as leis nacionais e internacionais, no sentido de garantir educação pública, laica, gratuita, e de qualidade para todas e todos. 

ARTIGO: Restringir direitos

José Fernando da Silva[1] A institucionalização de um novo regime fiscal durante duas décadas é o propósito central da Emenda Constitucional, PEC-241, apresentada pelo Governo Temer, já aprovada na Câmara Federal e que tramita no Senado com o número 55. Segundo o...

AGENDA CULTURAL

Confira nossos próximos eventos e anote em sua agenda para não perder nada!

 

O OmbudsPE é um projeto de comunicação do Centro de Cultura Luiz Freire. É livre a reprodução para fins não comerciais, desde que a fonte seja citada e esta nota seja incluída.

Pioneiro na concepção alternativa de TV popular, atua no mercado de vídeo educativo e institucional. Seus primeiros vídeos retratavam a realidade cotidiana dos próprios bairros onde eram exibidos.em telões. Tais telões circulavam semanalmente pela capital pernambucana. O grupo era financiado por uma organização holandesa, a Novib, e teve seus trabalhos adquiridos pela Abril Vídeos e pela BBC londrina. Participou com grande sucesso do 3º Festival Videobrasil com a obra Amigo Urso, em 1985.

CONTRIBUA!

Seja agente da mudança, faça doações para o CCLF.

MOBILIZE-SE!

Assine abaixo-assinados, engaje-se em ações e participe de cotas.

TRANSPARÊNCIA!

Não tenha dúvida, somos realmente engajados e podemos provar.

REDES, FÓRUNS E ARTICULAÇÕES

ENTRE EM CONTATO

1 + 1 =

VENHA NOS VISITAR